Tempo
|
A+ / A-

Papa desafia jovens a ir "contra a corrente"

14 jan, 2016 - 19:05 • Aura Miguel

“Estão todos convidados para este momento de alegria”, escreveu Francisco numa mensagem a propósito do o Jubileu dos adolescentes.

A+ / A-

O Papa Francisco desafia os jovens irem contracorrente, numa carta em que convida os mais novos a abraçar o Jubileu da Misericórdia.

O Jubileu é para todos, pequenos e grandes, e os mais novos não ficam de fora, bem pelo contrário. Francisco gostaria de os convidar, um por um, para o Jubileu dos adolescentes, previsto para o próximo mês de Abril, e de chamar cada um pelo nome, “tal como Jesus faz todos os dias”. Mas, na impossibilidade de falar com cada um, dirigiu-lhes uma mensagem.

“Estão todos convidados para este momento de alegria”, escreve o Papa. Mais importante do que “preparar as mochilas e os dísticos”, é preparar “o coração e a mente”, salienta.

Crescer na misericórdia é aprender a ser corajoso no amor prático e desinteressado, significa tornar-se grande tanto no aspecto físico, como no íntimo de cada um. É um tempo de preparação para ser cristão capaz de opções e gestos corajosos e também de construir um mundo de paz, mesmo nas pequenas coisas, refere Francisco.

E porque esta idade é um período de mudanças incríveis, o Papa revela aos adolescentes um segredo para avançar no caminho e fortalecer o coração: “Permaneçam firmes e tenham esperança no Senhor. Porque Ele dá-nos coragem para ir contracorrente”.

O Papa pede aos mais novos que apostem nos grandes ideais e nas coisas grandes, porque os cristãos não são escolhidos pelo Senhor para coisas pequenas.

Também não esquece os adolescentes que vivem em contextos de guerra, de pobreza extrema, de abandono ou sérias dificuldades. “Não percais a esperança”, pede-lhes Francisco, “não acrediteis nas palavras de ódio e terror que se repetem com frequência. Sejam corajosos, contracorrente; sede amigos de Jesus, que é o Príncipe da Paz”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+