Tempo
|
A+ / A-

Papa

“Vou a Cuba como missionário da misericórdia”

18 set, 2015 - 13:59 • Filipe d'Avillez

O Papa Francisco gravou uma mensagem de vídeo para os católicos cubanos, transmitindo as suas expectativas para a viagem que começa no sábado e agradecendo as suas orações.

A+ / A-
Papa vai a Cuba como "missionário da misericórdia”
Papa vai a Cuba como "missionário da misericórdia”

O Papa Francisco vai a Cuba como um missionário da misericórdia e da ternura de um Deus que sempre perdoa.

Numa mensagem de vídeo gravada e transmitida esta sexta-feira em Cuba, Francisco quis agradecer aos cubanos a forma como têm estado a preparar a sua visita.

“Quero estar entre vós como um missionário da misericórdia, da ternura de Deus, mas permitem-me que vos anime a serem também vós missionários desse amor infinito de Deus”, disse Francisco.

“Que nada falte ao testemunho da nossa fé, no nosso amor. Que todo o mundo saiba que Deus sempre perdoa, que Deus está sempre ao nosso lado e que Deus nos ama”, referiu.

O Papa explicou ainda que durante a sua visita irá ao principal santuário mariano de Cuba, a Virgen del Cobre, “como mais um peregrino, como um filho que está desejoso de chegar a casa da mãe”.

Como é seu hábito, Francisco pediu orações para que a viagem corra bem e agradeceu a todos os que já estão a orar, mas disse ainda que se tem encorajado com a fé dos cubanos. “Faz-me muito bem e ajuda-me muito pensar na vossa fidelidade ao Senhor, na coragem com que defrontam as dificuldades de cada dia, no amor com que se ajudam e sustentam no caminho da ida. Obrigado por esse testemunho tão valioso”.

O Papa parte de Roma no sábado e chega a Cuba à tarde, sendo recebido numa cerimónia pelo presidente Raul Castro. Seguem-se três dias de visita e actividade antes de partir na terça-feira para os Estados Unidos, onde ficará ainda vários dias antes de regressar à Europa.

No conjunto dos dois países, esta será a viagem mais longa do pontificado de Francisco e reveste-se de particular importância uma vez que se realiza pouco depois do restabelecimento de relações diplomáticas entre Washington e Havana, sendo que o Vaticano desempenhou um papel importante nesse capítulo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+