Tempo
|
A+ / A-

Papa preocupado com conflito na Ucrânia

23 ago, 2015 - 12:22

O país assinala na segunda-feira o Dia da Independência, numa altura em a tensão aumenta nas relações com a vizinha Rússia.

A+ / A-
O Papa Francisco expressou este domingo a sua preocupação com o conflito na Ucrânia Oriental. Pediu paz e garantia de apoio humanitário no país.

“Sigo com profunda preocupação o conflito na Ucrânia Oriental, que se intensificou nestas ultimas semanas Renovo o meu premente apelo para que sejam respeitados os compromissos assumidos, com vista a alcançar a pacificação e, com a ajuda das organizações e pessoas de boa vontade, se responda à urgência humanitária no país”, apelou, depois da oração do Angelus, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Na segunda-feira, Ucrânia celebra o Dia da Independência. Este domingo, o Presidente, Petro Poroshenko, apelou a todas as forças políticas que apoiem a sua proposta de revisão constitucional, com vista a acabar com o conflito separatista e derrotar o que chamou de “agressor russo”.

Para reforçar a segurança no fim-de-semana e no feriado oficial, as autoridades mobilizaram um elevado de polícias e soldados.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+