Tempo
|
A+ / A-

Papa em Fátima pode trazer um milhão de peregrinos a Portugal

12 mai, 2015 - 10:49 • Hugo Monteiro

Francisco manifestou a sua vontade de deslocar-se ao Santuário em Maio de 2017.

A+ / A-
A eventual visita do Papa Francisco a Fátima, por ocasião do centenário das aparições, poderá trazer a Portugal mais de um milhão de peregrinos. A expectativa é do presidente do Turismo do Centro para quem esta será uma boa oportunidade para promover o turismo religioso.

Pedro Machado explica à Renascença que, a concretizar-se a visita, em 2017, irá superar os números de peregrinos e turistas que estiveram em Fátima em 2014. No ano passado “recebeu cerca de quatro milhões de pessoas, entre peregrinos e turistas. A eventual vinda do Papa Francisco, seguramente que vai contribuir para reforçar muito esse número. Eu acredito que possamos estar a falar em mais de um milhão de pessoas que venham a Portugal por ocasião dessa provável visita”.

O presidente do Turismo do Centro diz que esta deslocação é, não só, “uma boa notícia para a comunidade católica”, como também uma oportunidade para que “Portugal possa, de forma bastante expressiva, ocupar as notícias devido a evento que arrastará muitas pessoas em todo o mundo. É uma oportunidade de afirmação da marca do Centro de Portugal e do próprio turismo religioso”, conclui.

Este responsável garante que “já há pessoas que querem reservar alojamento em Fátima para 2017”.

Pedro Machado deixa um apelo para que não se repita, nessa altura, o que se passa este ano, com a greve na TAP: “Se houvesse uma greve dez dias antes de Maio de 2017. Aí estaríamos a falar de uma catástrofe, quer para o turismo, quer para os peregrinos. Da mesma forma que este ano, estou convencido, que por ser na semana do 13 de Maio, há milhares de portugueses que ficaram por viajar para Portugal, porque vinham pela TAP. Que isto não se repita”.

O presidente do Turismo do Centro espera que aquela que é uma notícia excepcional para Portugal, não seja “ameaçada pela falta de entendimento”.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+