Siga-nos no Whatsapp
A+ / A-

Rui Rocha desafia ministra a pagar bilhete e ir à Feira da Agricultura

06 jun, 2023 - 16:52 • Lusa

Presidente da IL diz que ministra da Agricultura é "incompetente" e dá como exemplos atrasos na aprovação de projetos e concessão de apoios aos agricultores.

A+ / A-

O presidente da Iniciativa Liberal (IL) desafiou nesta terça-feira a ministra da Agricultura a pagar bilhete e "não ter medo" de ir à Feira Nacional da Agricultura (FNA), em Santarém, onde está "o coração da produção agrícola em Portugal".

"É o sítio certo para um ministro da Agricultura vir, nem que tenha que pagar bilhete e se tem que pagar bilhete é mesmo porque não tem feito o seu papel, não tem feito o seu trabalho", disse Rui Rocha, na visita que nesta terça-feira realiza à feira, depois de questionado sobre o facto de a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) não ter convidado membros do Governo para estarem presentes no certame.

Afirmando que a IL está presente nos certames relacionados com a agricultura e a produção "com enorme gosto", mesmo "se tivesse que pagar bilhete", Rui Rocha desafiou Maria do Céu Antunes a vir até Santarém, onde a FNA decorre até domingo, "ver o que o setor primário e a produção têm para apresentar".

Ministério e ministra da Agricultura "são inexistências", diz IL

Para o líder liberal, o Ministério e a ministra da Agricultura "são inexistências" e desafiou o Primeiro-Ministro, António Costa, a tomar uma decisão "que já devia ter tomado há muito tempo".


"Bem sei que os últimos dados mostram que temos muitos ministros na linha de mira, muitos secretários de Estado na linha de mira, mas esta ministra já é incompetente há muito tempo. Se aqui chegou é só porque António Costa quis e é ele que tem uma solução para que o setor agrícola possa ter uma gestão adequada", declarou.

Atrasos provam incompetência

Rui Rocha afirmou que, nas conversas que foi mantendo durante a manhã na visita à feira, lhe foi transmitido que "há muitos atrasos na aprovação" de projetos, quando Portugal "precisa muito de investimento".

"O setor agrícola quer investir e depois temos recorrentemente, há anos, ideias de que um licenciamento pode demorar dois, três anos. Isso não é aceitável num país que precisa tanto de investimento, que quer modernizar-se", acrescentou.


Como exemplo, Rui Rocha apontou o processo de aprovação das ajudas aos agricultores, que corre "sistematicamente mal", salientando que, quando saiu da comissão parlamentar de agricultura, em janeiro, havia 1.200 milhões de euros do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) para executar e, passados cinco meses, a situação continua igual.

"O que é que a senhora ministra está a fazer? Há um problema seguramente para resolver e há um responsável para resolvê-lo, que é António Costa", afirmou.

IL vai apresentar propostas sobre regadio

Segundo Rui Rocha, a IL vai apresentar no parlamento um conjunto de propostas sobre o regadio, pois a água "é um tema fundamental e, mais uma vez, o Governo e o Ministério da Agricultura têm estado absolutamente ausentes das soluções nesta matéria", quando a seca é "estrutural e combate-se com investimento".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+