Tempo
|
A+ / A-

António Vitorino candidato a segundo mandato na OIM com apoio do Governo

22 nov, 2022 - 18:45 • Lusa

O executivo português diz que o apoio à recandidatura para a Organização Internacional para as Migrações "traduz a prioridade atribuída por Portugal a uma abordagem humanista das migrações".

A+ / A-

O Governo português anunciou o apoio à recandidatura hoje apresentada por António Vitorino ao cargo de Diretor-Geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM), cujas eleições estão agendadas para junho de 2023.

"A decisão de apoiar a recandidatura de António Vitorino traduz a prioridade atribuída por Portugal a uma abordagem humanista das migrações e à cooperação multilateral nesta matéria", refere o ministério dos Negócios Estrangeiros, numa nota enviada à imprensa.

António Vitorino é o atual diretor-geral desta agência que integra o sistema das Nações Unidas (ONU), cargo para o qual foi eleito em junho de 2018.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+