Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

"Em Nome do Futuro"

​Governo elogia taxa de desemprego jovem e espera "para breve" acordo salarial na concertação

29 set, 2022 - 13:40 • Cristina Nascimento

Ministra adjunta e dos Assuntos Parlamentares diz ter esperança que o acordo em concertação social “veja a luz do dia em breve”.

A+ / A-

A ministra adjunta e dos Assuntos Parlamentares Ana Catarina Mendes reconhece é preciso “valorizar salários”.

Na conferência “Em Nome do Futuro: Os desafios da juventude”, organizada pela Renascença e Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Ana Catarina Mendes sublinhou que o “salário médio tem vindo a aumentar significativamente, mas temos consciência que é preciso valoriza os salários”.

Ana Catarina Mendes disse ainda esperar que a negociação salarial que decorre em sede de concertação social “veja a luz do dia o mais breve possível”.

Na sua intervenção, a governante aludiu ainda aos números do desemprego conhecidos esta quinta-feira, destacando que o desemprego jovem é de 16,7%, sublinhando que esta taxa já chegou rondar os 40%.

“Continuaremos a trabalhar, mas este é o número mais baixo de desemprego jovem dos últimos 20 anos”, destacou.

A ministra referiu-se ainda a outro tema várias vezes abordado na conferência, a questão da habitação, considerando que este é “um problema que deve ser e está colocado em cima da mesa”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    30 set, 2022 Trofa 11:02
    Será que está fulana vive em Portugal? É mentira o que diz, os salários medios não aumentaram. Estas mentiras, ditas por pessoas que deviam pelo menos, saber o que estão a falar

Destaques V+