Tempo
|
A+ / A-

António Costa. Aumento salarial na Função Pública “não desonrará o Estado”

29 set, 2022 - 18:15 • Redação

Primeiro-ministro foi confrontado com os aumentos salariais para o próximo ano durante um debate no Parlamento.

A+ / A-

A proposta do Governo de aumentos salariais na Função Pública para o próximo ano “não desonrará o Estado”, garantiu esta quinta-feira, no Parlamento, o primeiro-ministro, António Costa.

"A proposta que apresentaremos na segunda-feira aos sindicatos será uma proposta que não desonrará o Estado", declarou o chefe do Governo.

O primeiro-ministro não revelou o valor do aumento que estará em cima da mesa para os funcionários públicos em 2023, sendo que a taxa de inflação será superior a 7% no final deste ano.

António Costa respondia à coordenadora do Bloco de Esquerda. Catarina Martins acusou o primeiro-ministro de defender aumentos de 4,8% no privado e de ter um referencial de 2% para a função pública.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Fantochada
    29 set, 2022 Riso Mundial 19:07
    Ele continua a falar do passado, dos governos de Passos Coelho e em retórica circular, e nós continuamos a lixarmo-nos.

Destaques V+