Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Governo aplaude criação do Banco Europeu de Hidrogénio

14 set, 2022 - 13:33 • Liliana Monteiro , com Pedro Valente Lima

João Gomes Cravinho considera ser uma "excelente ideia" rumo à autonomia energética da Europa, em alternativa ao gás natural vindo da Rússia.

A+ / A-

Portugal apoiará a proposta da Comissão Europeia de criação de um "banco de hidrogénio", diz o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou esta quarta-feira que Bruxelas irá trabalhar para criar o Banco Europeu para o Hidrogénio, de forma a dinamizar este novo mercado energético e encaminhar a Europa para uma alternativa energética independente do gás natural da Rússia.

Esta manhã, o ministro dos Negócios Estrangeiros português comentou a iniciativa: "Parece-nos uma excelente ideia, que aponta, claramente, para uma autonomia europeia, o que, por sua vez, implica interconexões para que seja possível falar de uma Europa unida em matéria energética e de distribuição de hidrogénio".

As declarações foram prestadas no final de um encontro no Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), que juntou João Gomes Cravinho e a ministra da Defesa Nacional, Helena Carreiras, à mesma mesa com os homólogos espanhóis, o ministro dos Assuntos Exteriores, União Europeia e Cooperação, José Manuel Albares, e a ministra da Defesa, Margarita Robles, naquela que foi a primeira reunião ministerial entre Portugal e Espanha no formato 2+2 destinada a refletir sobre os assuntos de interesse estratégico comum no contexto atual.

Em discussão estiveram os impactos da invasão da Ucrânia pela Rússia, os desafios de segurança na vizinhança Sul da Europa, a interligação entre o Conceito Estratégico da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) aprovado na cimeira de Madrid e a Bússola Estratégica da União Europeia (UE), bem como o Indo-Pacífico.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+