Tempo
|
A+ / A-

​André Ventura alerta para risco de "conflito físico" no Parlamento

29 jul, 2022 - 18:14 • Susana Madureira Martins, com redação

Líder do Chega foi recebido pelo Presidente da República.

A+ / A-

O líder do Chega admite risco de "conflito físico" na Assembleia da República. André Ventura foi recebido esta sexta-feira pelo Presidente da República.

No final do encontro, no Palácio de Belém, André Ventura disse acreditar que Marcelo Rebelo de Sousa tudo fará para controlar o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva.

André Ventura revela ter avisado Marcelo Rebelo de Sousa sobre os riscos de o Parlamento se tornar um espaço de confrontos entre deputados.

“Eu disse ao Presidente da República que, ao não exercer nenhuma influência sobre o presidente da Assembleia da República, a possibilidade de um escalar de conflito físico, verbal e político é real. E ninguém quer ver no Parlamento situações como já vimos noutros países do mundo, em que deputados desentendidos uns com os outros quase à batatada no hemiciclo", alertou o líder do Chega.

À saída da reunião com o Presidente da República, que durou 45 minutos, André Ventura disse que ficou com a perceção que o chefe de Estado irá discretamente, nos bastidores, fazer com que o presidente do Parlamento se iniba de comentar e censurar iniciativas legislativas do Chega.

"O Presidente da República pode fazê-lo de forma discreta e eu fiquei convencido, pela reunião que tivemos, que o Presidente da República foi sensível aos nossos argumentos e que tudo fará, inda que de forma discreta, de chamar á atenção que a escalada do conflito não interessa a ninguém", disse o líder do Chega.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José J C Cruz Pinto
    30 jul, 2022 ILHAVO 07:49
    Ouviram bem o "dito-cujo".à saída da "audiência" em Belém? Se o Presidente não "ralhar" com Augusto Santos Silva (ao menos em privado), podemos chegar a ter "batatada" (vulgo "porrada") no Parlamento. É de perguntar se estas declarações e a eventual "porrada" também serão constitucionais. Se, pela mão dele e seus energúmenos, e tolerância cobarde da Assembleia da República e demais instituições ou órgãos de soberania, passar tudo o crivo constitucional, cuidem-se, porque não faltarão voluntários para participar nas "sessões".
  • Anónimo
    30 jul, 2022 Lisboa 02:10
    O Ventura escorrega e diz que lhe pregaram uma rasteira.
  • EU
    29 jul, 2022 PORTUGAL 18:53
    Ser PUBLICADO ou CENSURADO, este comentário, é para mim indiferente. Mas depois das declarações deste indivíduo, apenas e SÓ me apetece dizer que ELE é um AUTENTICO DITADOR. E como os ditadores são MALUCOS e MAL EDUCADOS, tirem as conclusões que quiserem.

Destaques V+