Tempo
|
A+ / A-

PS recusa críticas da oposição e promete "esforço de esclarecimento" no caso dos refugiados

09 mai, 2022 - 20:28 • Manuela Pires

O presidente do PS critica o autarca de Setúbal, por ter colocado um russo no acolhimento de refugiados ucranianos.

A+ / A-

O Partido Socialista recusa as críticas dos partidos da oposição por causa do chumbo do PS que inviabilizou a audição do autarca de Setúbal e da secretária-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP).

O presidente do PS, Carlos César, garante que os esclarecimentos vão ser dados ainda esta semana na Assembleia da República.

"O PS aprovou um conjunto de cerca de uma dezena de audições", sobre este tema, "entre os quais, de resto, o secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, que é, aliás, também dependente do primeiro-ministro", assinalou, defendendo que "é importante que este esforço de esclarecimento seja feito", disse o socialista após uma audiência, em Belém, com o Presidente da República.

O presidente do PS critica o autarca de Setúbal, André Martins, por ter colocado um russo no acolhimento de refugiados ucranianos e sugeriu que este tema está a ser instrumentalizado para "guerras internas" do PSD.

Carlos César diz ainda que este caso de Setúbal não mancha o acolhimento que o país está a fazer aos refugiados ucranianos.

À saída da audiência com Marcelo Rebelo de Sousa, sobre o Orçamento do Estado, o presidente do PS anunciou ainda que ainda esta semana o Governo vai reunir com o PAN e o Livre para negociar as propostas de alteração ao Orçamento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+