Tempo
|
A+ / A-

Congresso CDS

Nuno Melo é o novo presidente do CDS. Resultado “muito maior do que esperava”

03 abr, 2022 - 03:59 • Tomás Anjinho Chagas , Susana Madureira Martins

Moção do eurodeputado conseguiu 73% dos votos dos congressistas e sucede a Francisco Rodrigues dos Santos na liderança do CDS.

A+ / A-

Nuno Melo é o novo presidente do CDS-PP. A moção B, encabeçada pelo eurodeputado centrista venceu, ao conseguir 854 votos, o que corresponde a 73% do total dos congressistas que votaram.

Atrás ficaram as três moções que levaram a candidatura até ao fim: Em último ficou Octávio Rebelo da Costa (Moção D- A Soma que Dá Um) com 3%; em terceiro ficou Miguel Mattos Chaves (Moção E- O Futuro Para o CDS-Partido Popular) com 3%. Depois de Nuno Melo, ficou a Moção A, com 9% dos votos, encabeçada por José Maria Seabra Duque.

Depois de saber da vitória, Nuno Melo mostrou-se surpreendido com a expressividade da votação. “Este resultado é muito maior do que o que eu esperava”, diz o eurodeputado que defende que esse é um sinal de confiança que leva consigo.

Nuno Melo agradeceu e elogiou o apoio de antigos presidentes do CDS. “Fico muito feliz por perceber que esse apoio é, no fundo, uma reconciliação do CDS com o seu passado, condição necessária para o sucesso no futuro”.

Há vários nomes da lista de Nuno Melo que já são conhecidos pela Renascença. A votação acontece este domingo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+