Tempo
|
A+ / A-

Legislativas. Debates televisivos tiveram mais audiência do que em 2019

17 jan, 2022 - 14:21 • Lusa

António Costa vs Francisco Rodrigues dos Santos, Catarina Martins e Rui Rio e o líder do PSD vs o presidente do Chega foram os frente-a-frente mais vistos, segundo a Universal McCann.

A+ / A-

Veja também:


Os debates televisivos a contar para as eleições legislativas de 30 de janeiro registaram audiências superiores a 2019 e os três confrontos mais vistos foram transmitidos pela SIC, de acordo com a análise da Universal McCann.

A série de debates teve início em 2 de janeiro, com o frente a frente entre António Costa (PS) e Rui Tavares (Livre), e terminou no sábado com o debate entre Rui Rio (PSD) e Inês Sousa Real (PAN).

"Olhando individualmente para cada um dos debates realizados nos canais generalistas e respetivos canais de informação, vemos que os três mais vistos foram transmitidos pela SIC", refere a Universal McCann (UM), agência de meios do grupo Mediabrands, que analisou as audiências dos debates para as legislativas.

"O primeiro, que opôs o atual primeiro-ministro [António Costa] a Francisco Rodrigues dos Santos [CDS], atingiu uma audiência média 1,454 milhões de telespetadores, a que correspondeu um 'share' de 26,6%", seguindo-se o frente a frente "entre Catarina Martins [BE] e Rui Rio (audiência média de 1,412 milhões de telespetadores, "share" de 26,1%)", destaca.

A completar o "top 3" esteve o debate entre André Ventura (Chega) e Rui Rio, com uma audiência média de 1,296 milhões de telespetadores e um "share" de 24,4%.

Nas audiências por televisão paga, "a SIC Notícias ficou com os dois debates mais vistos (André Ventura/Catarina Martins e André Ventura/Rui Rio) e a CNN Portugal com o terceiro (André Ventura/Rui Tavares)", analisa a UM.

"Ainda assim, de notar que, entre todos os debates mais visionados, o frente a frente entre António Costa e Rui Rio, transmitido em simultâneo pela SIC, TVI, RTP1, SIC Notícias, CNN Portugal e RTP3 foi o que juntou mais portugueses à televisão, uma vez que atingiu uma média de 3,2 milhões de telespetadores", sublinha.

Comparativamente às audiências dos debates para as legislativas de outubro de 2019, a Universal McCann sublinha que se verificou "que este ano o interesse dos portugueses foi superior".

O debate "mais visto de 2019 (entre António Costa e Jerónimo de Sousa emitido pela SIC) registou uma audiência média de 1,098 milhões de telespetadores, distante de 1,454 milhões de telespetadores atingidos no mais visto deste ano".

Ora, "isto significa que em 2022 existiram oito debates mais vistos que o mais visionado de 2019", destaca a UM.

Este ano e nestes 14 dias de debates, "a SIC liderou em "share" de audiência em 12 dias e a TVI num dia", sendo que "no primeiro dia desta série deu-se um empate técnico entre as duas estações de televisão, com ambas a registarem um "share" de 19,4%", conclui.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+