Tempo
|
A+ / A-

PS mais próximo da maioria absoluta, revela nova sondagem

13 jan, 2022 - 13:26 • Joana Gonçalves

Na última semana, o PS cresceu e o PSD recuou dois pontos percentuais, mostra o mais recente inquérito de opinião da Universidade Católica. A sondagem das sondagens da Renascença revela que é o Livre o partido com maior subida, face ao último resultado. Bloco de Esquerda mantém-se como terceira força política, à frente do Chega.

A+ / A-

O Partido Socialista volta a subir nas intenções de voto e está agora mais próximo da maioria absoluta, revela a última sondagem do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião (CESOP) da Universidade Católica Portuguesa, para o PÚBLICO, RTP e Antena 1.

De acordo com o inquérito de opinião, realizado entre 6 e 10 de Janeiro, o partido liderado por António Costa pode, no melhor dos cenários, ficar a três deputados da maioria absoluta (113 deputados eleitos).

As estimativas apontam 39% das intenções de voto para o PS e 30% para o PSD, com uma queda de dois pontos percentuais. Apesar do aumento da distância entre os dois maiores partidos, na pergunta sobre quem seria o melhor primeiro-ministro, António Costa perde três pontos em relação à última sondagem (cai de 52% para 49%) e Rui Rio sobe dois pontos, de 33% para 35%.

O Bloco de Esquerda e o Chega apresentam ambos 6% das intenções de voto, seguidos da CDU, com 5%, IL (4%), PAN (3%), CDS (2%) e Livre (2%).

Nas intenções directas de voto há 19% de indecisos, 5% de inquiridos que dizem que não irão votar e outros 5% que recusam responder. Cerca de 3% afirmaram ter intenção de votar noutros partidos ou optar pelo voto em branco ou nulo.

Sondagem das Sondagens

Com este novo inquérito de opinião, o agregador de sondagens da Renascença estima que, se as eleições fossem hoje, o PS venceria, sem maioria absoluta, com 38% dos votos.

De acordo com este modelo, disponível numa página interativa da Renascença, com atualização diária, o Partido Socialista segue na frente, com oito pontos percentuais de avanço sobre o PSD, que soma 30% das intenções de voto estimadas.

O Bloco de Esquerda segura a posição da terceira força política, com 6,5%, à frente do Chega, que soma 6,2%. Seguem-se CDU (5,4%), Iniciativa Liberal (4,6%), PAN (2,9%), CDS-PP (1,6%) e Livre (1,2%).

O que é e como funciona o agregador de sondagens da Renascença?
O que é e como funciona o agregador de sondagens da Renascença?
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze
    13 jan, 2022 aldeia 15:05
    sondagens á medida do PS, para que servem e para quem servem estas sondagens? no dia das eleições logo se saberá o voto do povo.

Destaques V+