Tempo
|
A+ / A-

Chega esperar eleger até 25 deputados

17 dez, 2021 - 18:27 • Lusa

Exemplificando com a campanha das eleições presidenciais, em janeiro deste ano e na qual Ventura foi candidato, o deputado disse que sentiu "a dificuldade de fazer uma campanha no meio de restrições".

A+ / A-

O deputado único do Chega disse esta sexta-feira que está a contar eleger entre 20 e 25 deputados nas eleições legislativas e está confiante de que o partido vai ultrapassar os 10% no dia 30 de janeiro.

"Estamos a apontar para um resultado entre 20 e 25 deputados na Assembleia da República", disse André Ventura, depois de entregar as listas de candidatos às eleições de 30 de janeiro pelo círculo eleitoral de Lisboa.

O também presidente do partido disse também achar "que o Chega vai ultrapassar os 10% dos votos".

Interpelado sobre a possibilidade de a campanha realizar-se sob restrições, o dirigente partidário disse esperar que "decorra com alguma normalidade".

Exemplificando com a campanha das eleições presidenciais, em janeiro deste ano e na qual Ventura foi candidato, o deputado disse que sentiu "a dificuldade de fazer uma campanha no meio de restrições".

Um ano depois a situação do país é outra, apesar da ameaça que representa a disseminação da variante Ómicron, e André Ventura considerou que a campanha poderá realizar-se com "o mínimo de restrições".

"O que espero é que possamos ter, pelo menos, a primeira campanha normal, porque mesmo nas autárquicas houve alguns limites. Os portugueses nas legislativas têm de se expressar normalmente. É uma campanha especialmente importante, porque vão decidir o futuro do país," elaborou, sem "limitações ao contacto com as pessoas".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+