Tempo
|
A+ / A-

Direção do PSD chumba coligação pré-eleitoral com o CDS

07 dez, 2021 - 18:35 • Manuel Pires, com redação

Decisão significa que o partido liderado por Rui Rio vai sozinho a votos nas eleições legislativas antecipadas de 30 de janeiro.

A+ / A-

A direção do PSD chumbou esta terça-feira uma proposta de coligação pré-eleitoral com o CDS-PP.

Esta decisão significa que o partido liderado por Rui Rio vai sozinho a votos nas eleições legislativas antecipadas de 30 de janeiro.

O "não" a uma coligação pré-eleitoral com o CDS, de Francisco Rodrigues dos Santos, é conhecido a poucas horas do início da reunião do Conselho Nacional do PSD, em Évora.

Entretanto, o presidente do PSD, Rui Rio, já escolheu os cabeças de lista para as eleições legislativas de 30 de janeiro. A deputada Sofia Matos é a aposta pelo Porto e o deputado e médico Ricardo Baptista Leite para Lisboa.

Rui Rio não é o primeiro candidato em qualquer distrito, indica o PSD em comunicado, e ocupará o segundo lugar no distrito do Porto. Segundo fonte oficial do PSD, a opção de Rui Rio de não ser cabeça de lista é um sinal de que pretende "valorizar os mais jovens e governar para o futuro".

As escolhas são de Rui Rio que mantém oito nomes em relação a 2019, mas afasta do topo da lista alguns deputados que estiveram com Paulo Rangel nas recentes eleições diretas no PSD.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+