Tempo
|
A+ / A-

Presidente da República prevê visitar Moçambique e Dubai em janeiro

22 nov, 2021 - 21:58 • Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa referiu ainda que, como todos os anos, irá receber “todos” os diplomatas portugueses e estrangeiros, além de “abrir o ano judicial”.

A+ / A-

O Presidente da República anunciou, esta segunda-feira, que, durante o mês de janeiro, prevê ir à Expo no Dubai e a Moçambique, além de abrir o ano judicial e receber “todos” os diplomatas portugueses e estrangeiros.

Falando aos jornalistas depois de ter participado numa conferência organizada pelo ISCTE, intitulada “O futuro do trabalho visto pelos jovens”, Marcelo Rebelo de Sousa começou por antecipar a sua deslocação a Luanda este fim de semana, salientando que se trata “de um convite que estava pendente no quadro da CPLP”.

“[É] uma bienal de debate com jovens, sobre a CPLP e o futuro, e os desafios, económicos, sociais e políticos do futuro. Era para ter sido em outubro, e foi adiada para agora. E, portanto, eu tinha dito que ia, vou”, salientou.

Projetando a sua agenda para o mês de janeiro, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que, como todos os anos, irá receber “todos” os diplomatas portugueses e estrangeiros, além de “abrir o ano judicial”.

“Terei pelo meio também, porventura, uma ida à Expo Dubai, (…) e tenho um convite do Presidente de Moçambique que já vem de trás, foi adiado por causa da pandemia, para ir a Moçambique no final de janeiro”, salientou.

Marcelo Rebelo de Sousa desloca-se, entre 26 e 29 de novembro, a Angola, onde participará na Bienal de Luanda “Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz”, uma iniciativa conjunta da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a União Africana (UA) e o Governo de Angola”.

Marcelo Rebelo de Sousa fez uma visita de Estado a Angola de quatro dias em março de 2019, retribuindo idêntica visita do presidente Angola, João Lourenço, a Portugal, três meses antes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+