Tempo
|
A+ / A-

PSD. Distrital do Porto apoia Paulo Rangel

16 nov, 2021 - 09:51 • Filipe d'Avillez

O eurodeputado é candidato à liderança do PSD, contra Rui Rio. “O único capaz de liderar, unir e galvanizar não só o Partido Social Democrata, como também os portugueses."

A+ / A-

A Distrital do Porto do PSD anunciou, esta terça-feira, que apoia o candidato Paulo Rangel à liderança do partido.

Num comunicado emitido esta manhã a Comissão Política Permanente daquele órgão do Partido Social Democrata declara que Paulo Rangel se apresenta como “o único capaz de liderar, unir e galvanizar não só o Partido Social Democrata, como também os portugueses, devolvendo a esperança e indicando o caminho para colocar Portugal, de novo, na rota do desenvolvimento.”

“O percurso pessoal, profissional e académico do companheiro Paulo Rangel, bem como a sua obra publicada, falam por si e dão a melhor garantia da sua preparação para o exercício dos mais altos cargos públicos”, diz o comunicado, acrescentando que “a experiência política, governativa e parlamentar, quer nacional, quer europeia, complementam-se e fazem de si um político experiente, consistente, completo, vanguardista e com uma visão muito clara dos problemas do país e do que é urgente fazer para reverter o rumo seguido pela geringonça.”

A distrital do PSD do Porto, cidade do atual líder do partido, Rui Rio, diz que seis anos de governação do PS conduziram o país a um “beco sem saída” e critica ainda “a maior carga fiscal de sempre”.

“No momento em que os Portugueses são chamados a escolher entre o PSD e o PS para liderar o futuro Governo de Portugal, ninguém melhor que Paulo Rangel para se apresentar como uma verdadeira alternativa ao desgoverno da geringonça”, conclui o documento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+