Tempo
|
A+ / A-

João Almeida deixa bancada parlamentar do CDS

31 out, 2021 - 08:37 • Redação

O deputado centrista João Almeida anunciou que irá deixar o Parlamento para onde foi eleito pela primeira vez em 2002.

A+ / A-

Foi um sábado negro para o CDS. António Pires de Lima e Adolfo Mesquita Nunes desfiliaram-se. Por sua vez, o deputado João Almeida anunciou que irá deixar o Parlamento para onde foi eleito pela primeira vez em 2002.

“Já tinha decidido e anunciado que não integraria as listas nas próximas eleições e que o meu percurso parlamentar estava encerrado. Gostava de sair e ver o CDS crescer, a direita a afirmar-se e de ter orgulho em quem me substituísse. Temo que não seja possível”, escreveu o centrista numa publicação nas redes sociais.

João Almeida, fazendo eco das palavras de Mesquita Nunes, defende que “o atual CDS não tem nada a ver com o que me trouxe à política. Falta ética, falta carácter e falta substância”.

“Só faço esta declaração aqui [Facebook] porque me impediram de discutir a situação do partido em congresso, como desejava”, sublinha.

Com a sua liderança a ser contestada e desafiada por Nuno Melo, Francisco Rodrigues dos Santos não aceitou levar o partido a congresso, com a justificação da proximidade com as eleições legislativas.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • lv
    31 out, 2021 Loures 10:20
    " se não mentirmos aos Portugueses, não votam em nós"! Direitos de autor João Almeida!

Destaques V+