Tempo
|
A+ / A-

CDS

"Tenho toda a legitimidade para liderar". Chicão só quer congresso do CDS para depois das eleições

29 out, 2021 - 19:46 • Redação

Franciso Rodrigues dos Santos considera a convocatória do Conselho Nacional "completamente legal" e que o mesmo já está a decorrer.

A+ / A-

Francisco Rodrigues dos Santos defende que o congresso do CDS só se realize depois de eventuais eleições legislativas antecipadas e diz ter "toda a legitimidade para liderar" o partido.

"Porque fui eleito presidente do CDS-PP a 26 de Janeiro de 2020, e tendo o meu mandato a duração de dois anos, é óbvio que tenho total legitimidade política para liderar o partido no próximo ciclo político e para construir uma alternativa ao governo socialista", declara o líder centrista, numa conferência de imprensa aos jornalistas.

O presidente do CDS diz que o Presidente da República definiu "publicamente" que as eleições legislativas vão decorrer em janeiro, do próximo ano.

"Cabe aos partidos que vão disputar estas eleições tomarem em conta o calendário eleitoral já definido e colocarem o superior interesse nacional acima das suas agendas internas", defende.

"Nenhuma reforma, nenhum alívio fiscal, nenhuma medida em favor dos portugueses deverá ser adiada por causa da vida interna de nenhum partido. O CDS estará sempre do lado da solução e nunca será um problema para Portugal ou para os portugueses", acrescenta.

Segundo o Observador, o pedido de impugnação do Conselho Nacional de Nuno Melo foi aceite pelo Conselho de Jurisdição do CDS.

No entanto, Franciso Rodrigues dos Santos considera a convocatória do Conselho Nacional "completamente legal" e que o mesmo já está a decorrer.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José J C Cruz Pinto
    30 out, 2021 ILHAVO 04:41
    Tanto CDS como PSD estão tal qual um bando de putos desavindos por causa das regras de um jogo. E os poucos que se parecem e podiam ser os pais deles, em vez de lhes incutirem algum juízo, aplaudem e incitam uns ou outros, conforme o gosto ou o bando. Alguém os pode levar a sério?

Destaques V+