Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Nuno Melo anuncia que Jurisdição impugnou Conselho Nacional do CDS

29 out, 2021 - 20:14 • Lusa

Entretanto, o líder do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, disse aos jornalistas que não foi notificado e Conselho Nacional está a decorrer.

A+ / A-

O candidato à liderança do CDS-PP Nuno Melo anunciou que o Conselho Nacional de Jurisdição do partido aceitou o seu pedido de impugnação do Conselho nacional que estava marcado para esta sexta-feira à noite. O líder do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, disse aos jornalistas que não foi notificado e Conselho Nacional está a decorrer.

"Acabo de ser notificado pelo Conselho Nacional de Jurisdição do CDS, que julgou procedente a minha impugnação da convocatória do Conselho Nacional do Partido convocado para hoje, que nessa medida não se poderá realizar", escreveu Nuno Melo na sua conta da rede social Facebook, afirmando que a decisão "significa que, a acontecer, a reunião será ilegal e todas as deliberações tomadas serão nulas".

De acordo com o adversário de Francisco Rodrigues dos Santos na corrida à liderança do partido, "qualquer expediente para violar a vontade expressa do Tribunal do Partido, para evitar as eleições de delegados ao Congresso agendadas para o próximo domingo, depois de quererem evitar que os militantes escolham a estratégia para pós-legislativas e a liderança que deverá enfrentar o desafio em Congresso, transformaria o partido numa realidade à margem da democracia e do próprio Estado de direito".

"Tenho ouvido como a direção se diz respeitadora da vontade dos órgãos do partido. Atentem então à decisão que o Tribunal do Partido expressou. Respeitem-na, para salvaguarda da dignidade do próprio CDS", concluiu.

O XXIX Congresso do CDS-PP está marcado para os dias 27 e 28 de novembro em Lamego, no distrito de Viseu, com Nuno Melo e o atual presidente, Francisco Rodrigues dos Santos, como candidatos.

No entanto, o líder do partido convocou uma reunião do Conselho Nacional para hoje para tentar adiar o congresso.

Em conferência de imprensa na sede do partido, depois das 20h00, Francisco Rodrigues dos Santos disse aos jornalistas que não foi notificado da decisão do Conselho de Jurisdição e anunciou que o Conselho Nacional "está a decorrer".

O presidente do CDS afirma que tem "total legitimidade política para liderar o partido no próximo ciclo político e para construir uma alternativa ao governo socialista".

Por isso, vai pedir ao Conselho Nacional que o congresso do CDS só se realize depois de eventuais eleições legislativas antecipadas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+