Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Rio Rio

"Não é minimamente aceitável" que Marcelo receba Rangel para tratar de prazos eleitorais

27 out, 2021 - 11:42 • Lusa

Líder do PDS critica o Presidente da República por ter recebido Paulo Rangel, mesmo antes dos líderes partidários.

A+ / A-

O presidente do PSD disse ser "muito estranho" que o Presidente da República tenha recebido um candidato partidário e que, se o encontro serviu para falar de prazos eleitorais, discorda e "não é minimamente aceitável".

Em declarações aos jornalistas à chegada ao Parlamento para o segundo e último dia de debate do Orçamento do Estado na generalidade, Rui Rio foi novamente questionado pelos jornalistas sobre a audiência concedida por Marcelo Rebelo de Sousa a Paulo Rangel, candidato à liderança do PSD, que foi divulgada na quarta-feira na página oficial de Belém.

"Obviamente que acho muito estranho que o Presidente da República receba um putativo candidato à liderança de um partido. Se for verdade o que vem nos jornais, que ainda por cima o que lá foram tratar foi a data das legislativas e tendo em vista a data das diretas do PSD, significa que vamos condicionar o país às diretas do PSD", criticou.

Rio salientou que nem sequer os partidos foram ainda ouvidos sobre eventuais prazos para as legislativas antecipadas, caso se confirme o chumbo do Orçamento do Estado hoje à tarde.

"Se assim foi, peço desculpa, tenho o máximo respeito pela figura do Presidente da República, pelo professor Marcelo Rebelo de Sousa, mas tenho de discordar frontalmente", disse.

E acrescentou: "Não é minimamente aceitável num país qualquer, neste caso um país europeu, que um chefe de Estado receba e possa combinar uma coisas com um líder da oposição", disse, acrescentando rapidamente "líder da oposição interna".

Na mesma ocasião garantiu que nenhum deputado do PSD vai votar a favor do OE, respondendo assim à possibilidade de os três deputados da Madeira poderem fazer passar o OE2022.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    27 out, 2021 Lisboa 12:54
    Já todos viram, só você não vê, que é um líder a prazo. Já não entra nas contas e só por isso o OE2022 está por aprovar: o Costa está a precipitar Eleições antecipadas, porque prefere mil vezes enfrentá-lo a si, que ao Rangel. Alguma coisa isso quer dizer.
  • Bruno
    27 out, 2021 aqui 12:00
    Marcelo puxou o tapete a Rui Rio.

Destaques V+