Tempo
|
A+ / A-

Conselho de Ministros decide alívio de restrições esta sexta-feira

19 ago, 2021 - 16:19 • Eunice Loureço e Ricardo Vieira

Reunião convocada após Portugal atingir a meta de 70% de população com vacinação completa para a Covid-19.

A+ / A-

Veja também:


O Governo convocou para sexta-feira uma reunião do Conselho de Ministros, onde poderá ser decidido um alívio das restrições ditadas pela pandemia de Covid-19.

A reunião foi confirmada esta quinta-feira pelo gabinete da ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

"O briefing da Reunião do Conselho de Ministros de amanhã, dia 20 de agosto, terá lugar no Palácio da Ajuda, pelas 15h30 (hora indicativa)", adianta o comunicado.

Portugal atingiu a meta de 70% da população com vacinação completa contra a Covid-19 durante o dia de ontem, anunciou esta quinta-feira a ministra da Saúde, em entrevista à SIC.

Marta Temido admite aliviar restrições após conhecer o relatório semanal da DGS e do Instituto Ricardo Jorge, que será divulgado na sexta-feira.


A ministra da Saúde esclareceu que, em relação ao fim da obrigatoriedade de uso da máscara na rua, essa é uma matéria que terá de ser decidida pela Assembleia da República.

Portugal regista uma nova descida de internamentos por Covid-19, num dia com mais 12 mortes e 2.554 novos casos da doença, indica o boletim epidemiológico avançado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

A taxa de incidência de infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias aumentou no continente e a nível nacional, assim como o índice de transmissibilidade (Rt) que passou de 0,96 para 0,98.

O boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional da Saúde Doutor Ricardo Jorge divulgado hoje revela que a taxa de incidência (média de novos casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias) subiu de 314,5 para 314,6 a nível nacional.

Matriz de risco

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+