Tempo
|
A+ / A-

Autárquicas 2021

Carneiro estava disponível para ser candidato ao Porto, mas a distrital não quis

23 jun, 2021 - 16:01 • José Pedro Frazão

O nome de Tiago Barbosa Ribeiro, nome final para concorrer à autarquia, surgiu "no quadro do diálogo federação-concelhia" e, acrescenta José Luís Carneiro, é "um deputado que tem dado provas políticas muito sólidas".

A+ / A-

O coordenador autárquico e n.º2 do Partido Socialista não foi candidato autárquico por falta de vontade política a nível distrital e local do partido no Porto.

À Renascença, José Luís Carneiro, secretário-geral adjunto do PS, revela que estava disponível para concorrer à Câmara do Porto, mas a sua vontade esbarrou nas estruturas locais do partido.

"Estive disponível, mostrei essa disponibilidade aos órgãos do partido, não houve condições políticas e disponibilidade política da estrutura distrital e local para que essa candidatura se pudesse consumar", afirmou o socialista.

Segundo o coordenador autárquico do partido, "encontrou-se depois o nome proposto pela federação distrital, esse nome mereceu consenso e entretanto abdicou da sua candidatura", referindo-se a Eduardo Pinheiro.

O nome de Tiago Barbosa Ribeiro, nome final para concorrer à autarquia, surgiu "no quadro do diálogo federação-concelhia" e, acrescenta José Luís Carneiro, é "um deputado que tem dado provas políticas muito sólidas".

No programa Casa Comum, da Renascença, José Luís Carneiro reconhece que o combate político no Porto será difícil, mas acredita que, com Tiago Barbosa Ribeiro, o PS tem potencial para ficar ao nível da projeção do PS na cidade.

"O Partido Socialista, quando vai a uma disputa eleitoral, vai para ganhar as eleições. Mesmo no Porto, quando falamos da proximidade eleitoral, todos os estudos eleitorais mostram que há uma proximidade entre 25% e 30% do Partido Socialista, o que significa uma base de apoio muito forte. Qualquer candidatura é uma candidatura com potencial de vencer as eleições. Um bom resultado eleitoral é nós conseguirmos mobilizar essa proximidade eleitoral, ou seja, os cidadãos que se identificam com o projeto de cidade distinto daquele que tem vindo a ser prosseguido pela maioria da Câmara Municipal do Porto", concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+