Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

"Bazuca europeia". PSD critica plano que "não aposta nas empresas e inovação"

16 fev, 2021 - 15:33 • Redação

A+ / A-

Veja também:


O PSD considera que o plano de Portugal para aplicar as verbas da chamada “bazuca europeia” está demasiado virado para o investimento público.

“É um programa demasiado centrado no investimento público e no setor público. É um plano que procura não transformar a competitividade da economia portuguesa, mas sim, pelo contrário, fazer aquilo que o Estado não fez nos últimos anos”, diz à Renascença Joaquim Miranda Sarmento, presidente do conselho estratégico nacional do PSD.

O economista considera que o programa do Governo não aposta nas empresas nem na inovação e serve para tentar “tapar” a falta de investimento público nos últimos anos.

“Infelizmente, ao contrário do programa que o PSD apresentou, este programa é demasiado estatista. É um programa que não aposta nas empresas, na inovação, no conhecimento como os principais motores do crescimento económico. Infelizmente, é um programa para tapar aquilo que não foi feito: o baixo investimento público dos últimos anos.”

O presidente do conselho estratégico nacional do PSD levanta também dúvidas em relação ao controlo do plano de resiliência, nomeadamente ao nível da aplicação dos fundos europeus.

“É preciso ter em consideração que, nos próximos três a quatro anos, Portugal vai ter três programas em execução: o final do Portugal 2020, este programa de resiliência e vai ter o início do próximo quatro comunitário de apoio Portugal 2020-2027”, afirma Joaquim Miranda Sarmento.

O economista sublinha que nos próximos anos o país vai ter acesso a um montante de fundos europeus de “dimensão como nunca houve em Portugal” e, “infelizmente, a administração pública portuguesa e os meios de controlo e governança destes mecanismos estão muito fragilizados”.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • lv
    17 fev, 2021 Loures 11:51
    Nas "Tecnoformas" do psd?

Destaques V+