Tempo
|
A+ / A-

Chega

Extrema-direita europeia. Ventura diz que vai a Itália reunir-se com Matteo Salvini em setembro

27 ago, 2020 - 19:12

"Eu e Salvini, de mãos dadas, é um sinal para o futuro de Portugal e Itália”, afirmou o líder demissionário do Chega.

A+ / A-

O líder demissionário (e recandidato) do Chega vai reunir-se com o italiano Matteo Salvini, presidente da Liga Norte, entre 10 e 11 de setembro, na capital transalpina, Roma, disse o próprio à agência Lusa.

“O Chega está a crescer na direita europeia. Por toda a Europa, os partidos da Identidade e Democracia (ID) respeitam agora Portugal como um exemplo de crescimento de uma força antissistema. Eu e Salvini, de mãos dadas, é um sinal para o futuro de Portugal e Itália”, afirmou.

A comitiva do Chega, neste encontro com o ex-vice-primeiro-ministro italiano, vai ser composta ainda pelo vice-presidente Diogo Pacheco Amorim e o diretor de relações públicas e protocolo, Ricardo Regala.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    19 set, 2020 17:18
    O famoso nacionalismo internacionalista… A hipocrisia não tem limites.

Destaques V+