Tempo
|
A+ / A-

António Costa acusa sindicatos dos enfermeiros de serem “irresponsáveis”

08 fev, 2019 - 02:50 • Susana Madureira Martins

Aos dirigentes nacionais, o líder socialista reconheceu a agitação social que existe no país, mas prevê um ano eleitoral pacífico.

A+ / A-

António Costa acusa sindicatos dos enfermeiros de serem “irresponsáveis”. O primeiro-ministro falava na reunião da comissão política do PS, realizada esta quinta-feira à noite, em Lisboa.

Aos dirigentes nacionais, o líder do partido justificou que não pode dar resposta às reivindicações dos enfermeiros que promovem a greve cirúrgica.

António Costa reconheceu ainda a agitação social que existe no país, mas prevê um ano eleitoral pacífico.

Segundo alguns relatos, António Costa usou de um tom particularmente violento, classificando como irresponsáveis os sindicatos dos enfermeiros que promovem a greve cirúrgica, insistindo que não é possível dar resposta às reivindicações.

Na comissão política, o secretário-geral do PS teve resposta por parte de José Abraão, com o dirigente nacional do partido e da Federação de Sindicatos da Função Pública a avisar o líder socialista que não há sindicatos bons e sindicatos maus, existem os que existem e que é preciso respeitar.

O secretário-geral do PS reconheceu perante a comissão política que existe agitação social, mas prevê um ano eleitoral pacífico e globalmente tranquilo.

Pelo contrário, José Abrão avisou o primeiro-ministro que o ano vai ser quente. Os sindicatos querem é que existam acordos e o que o Governo tem feito, segundo este dirigente sindical, é negociar e no final é como o Governo quer, o que para os sindicatos está fora de questão.

José Abraão avisa que as organizações sindicais não se vão calar, insistindo que na classe média a reposição de rendimentos não foi sentida, ao contrário do que vem dizendo o primeiro-ministro.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Enfermeiro
    08 fev, 2019 Hospital Central 08:24
    Se pensa que ganhou a guerra com os Enfermeiros por ter fraudulentamente e com o apoio do "afectos" lançado a Requisição Civil, é parvo. Aguarde pelos novos capítulos que incluem faltar ao serviço, abandono do serviço, greve de zelo não declarada e por aí fora, desta vez não localizada mas generalizada. Acha que acaba com greves e descontentamento, por decreto?

Destaques V+