Tempo
|
A+ / A-

Bloco quer dois debates sobre eutanásia no Parlamento

19 jan, 2017 - 21:36

O partido está a fazer pequenas afinações ao documento, que será discutido depois de uma petição do movimento Direito a Morrer com Dignidade.

A+ / A-

Veja também:


O Bloco de Esquerda (BE) também vai avançar com um projecto de lei sobre a despenalização da morte assistida, disse à Renascença o deputado José Manuel Pureza.

O partido está neste momento a recolher opiniões de especialistas e a fazer algumas pequenas afinações ao documento.

“Fizemos esse projecto e, desde então, temos vindo a recolher opiniões sobre o texto. Temos neste momento cerca de dezena e meia de juristas, profissionais de saúde, especialistas em bioética, que nos têm dado a sua opinião sobre pequenas afinações, porque no geral tem havido uma grande concordância com aquilo que nós incluímos no nosso projecto de lei”, refere José Manuel Pureza.

O BE só não apresenta o projecto de lei ao mesmo tempo em que é discutida, a 1 de Fevereiro, uma petição do movimento "Direito a Morrer com Dignidade", para valorizar a discussão desta recolha de assinaturas.

“O debate da petição deve ser assumido em si mesmo, dando-lhe a dignidade e importância que tem que ter, como um momento muito importante de pronunciamento público das várias forças políticas na Assembleia da República sobre esta matéria”, afirma José Manuel Pureza

O BE apresentará depois do seu projecto e Parlamento terá, assim, não uma, mas duas discussões sobre eutanásia, sublinha o deputado.

Questionado sobre o comportamento das bancadas do PS e do PSD na hora da votação do projecto do Bloco, José Manuel Pureza conta com a liberdade de voto que tradicionalmente as direcções parlamentares destas bancadas dão aos respectivos deputados.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • lua
    20 jan, 2017 ovar 11:26
    "Preparei-me para a minha morte e deixei claro que não desejo ser mantida viva a qualquer custo. Espero ser tratada com compaixão e que me seja permitido partir para a próxima fase da jornada da vida da forma que eu escolher." Como ser HUMANO, logo a partida o LIVRE ARBÍTRIO é meu.
  • Vasco
    20 jan, 2017 Gois 10:02
    O BE só pensa em canabis, sexo e suícidio. Esta cambada tem o cérebro contaminado!

Destaques V+