Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Habitação. Preços sobem em Portugal, apesar de recuarem na Zona Euro

04 abr, 2024 - 11:10 • Lusa

Na Zona Euro registou-se o terceiro recuo anual consecutivo do indicador.

A+ / A-

O índice de preços da Habitação no quarto trimestre de 2023 subiu 7,8% na comparação homóloga e 1,3% face aos três meses anteriores, em Portugal.

Segundo dados desta quinta-feira do Eurostat, Portugal é uma exceção à média da Zona Euro, que, no mesmo índice, recuou 1,1%, enquanto na União Europeia (UE) desacelerou 0,2%, face ao período homólogo.

De acordo com o serviço estatístico europeu, este é o terceiro recuo anual consecutivo do indicador.

Face ao trimestre anterior, os preços da habitação desceram, entre outubro e dezembro últimos, 0,7% entre os países da área do euro e 0,3% no conjunto dos Estados-membros.

Entre os 26 Estados-membros para os quais há dados disponíveis, oito apresentaram um recuo homólogo do indicador e os restantes 18 subidas, incluindo Portugal.

O Luxemburgo (-14,4%), a Alemanha (-7,1%) e a Finlândia (-4,4%) apresentaram as principais descidas e, no outro extremo, a Polónia (13,0%), a Bulgária (10,1%) e a Croácia (9,5%) as maiores acelerações do indicador.

Já na comparação com o trimestre anterior, o índice de preços da habitação baixou em 11 Estados-membros, manteve-se estável em Itália e acelerou noutros 14.

As maiores descidas em cadeia foram observadas em França (-2,7%), na Letónia (-2,5%), na Dinamarca e na Suécia (-2,3% cada), enquanto as principais subidas foram apresentadas pela Polónia (4,8%), Croácia (3,4%) e Irlanda (3,0%).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+