Tempo
|
A+ / A-

Enfermeira agredida no centro de saúde de Moura

03 ago, 2023 - 17:01 • Lusa

A profissional de saúde apresentou queixa e o suspeito, um jovem cuja idade não soube precisar, foi identificado pela PSP.

A+ / A-

Uma enfermeira do centro de saúde de Moura, no distrito de Beja, foi agredida alegadamente por um jovem que acompanhava um doente às urgências da unidade, revelaram hoje fontes hospitalares e da polícia.

A fonte do Comando Distrital de Beja da PSP indicou que o caso aconteceu na terça-feira e que, quando os agentes chegaram, o alegado agressor já não se encontrava no local.

Segundo a mesma fonte, a enfermeira apresentou queixa e o suspeito, um jovem cuja idade não soube precisar, foi identificado mais tarde pela PSP.

O alegado agressor, referiu a fonte da PSP de Beja, é familiar de um doente que tinha recorrido ao Serviço de Urgência Básica (SUB) do centro de saúde de Moura.

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), que gere os centros de saúde do distrito, condenou com veemência a agressão e revelou ter disponibilizado à enfermeira "os meios institucionais ao seu alcance, nomeadamente apoio psicológico e jurídico".

"Em conjunto com a Câmara de Moura, a ULSBA reunirá em breve com as autoridades competentes no sentido de serem tomadas as melhores e mais eficazes medidas para dissuadir ou minimizar este tipo de situações violentas", acrescentou.

Edgar Santos, dirigente no Alentejo do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), disse que a estrutura sindical teve conhecimento do caso na quarta-feira através de uma colega da enfermeira agredida.

"Foi reportado que a colega pediu às pessoas excedentárias que entraram pelo SUB adentro, não respeitando outros utentes, para que tivessem calma e foi agredida por um dos acompanhantes", adiantou o sindicalista.

Assinalando que as agressões e ameaças são frequentes naquela unidade de saúde, Edgar Santos realçou que o sindicato pretende alertar o conselho de administração da ULSBA para "a falta de segurança no SUB de Moura".

De acordo com a fonte da PSP de Beja, já foi reforçada a segurança junto ao centro de saúde daquela cidade alentejana.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+