Tempo
|
A+ / A-

Morreu João Semedo, fundador da Academia do Johnson e mentor de jovens

30 nov, 2022 - 11:16 • Redação com Lusa

O seu lema "Somos Aquilo que Fazemos!" foi multiplicado em vários espaços sociais, com o propósito de demonstrar que as ações de cada um constroem aquilo em que cada um se torna.

A+ / A-

O fundador da Academia do Johnson, João Semedo Tavares, que trabalhava com jovens de bairros carenciados na Grande Lisboa, morreu aos 50 anos devido a problemas de saúde, confirmou fonte familiar.

Morreu às 6h00 desta quarta-feira em casa, rodeado da família.

Inspirador para centenas de crianças e jovens, que há anos apoiava através de atividades desportivas e sociais, João Semedo Tavares ficou conhecido por assumir a sua passagem pela prisão e disso ter feito uma lição de vida, que procurou transmitir.

Nos últimos anos concretizou o seu projeto de apoiar as crianças e os jovens de bairros desfavorecidos, nomeadamente na Amadora, através da educação e do desporto e com a criação da Academia do Johnson.

Também realizou várias palestras, através das quais contou o seu percurso, revelando aos mais jovens que o crime não compensa e que o futuro passa pela educação e pelo desporto, como o futsal, modalidade de que era jogador e treinador.

Aposta em melhorar a vidas dos jovens

O seu lema "Somos Aquilo que Fazemos!" foi multiplicado nos últimos anos em vários espaços sociais, com o propósito de demonstrar que as ações de cada um constroem aquilo em que cada um se torna.

O objetivo da Academia do Johnson, conforme é apresentado no seu site, é "melhorar a vida dos jovens e dar-lhes as ferramentas de que precisam para se tornarem adultos felizes e com sucesso".

A associação foi este mês distinguida com uma menção honrosa do Prémio Manuel António da Mota.

Associação que tocou vidas

No site da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa lamenta a morte e apresenta “sentidas condolências à família e amigos de Johnson Tavares Semedo, fundador da Academia do Johnson, associação que tantas vidas tocou no concelho da Amadora e no país”.

Na mensagem, o Presidente recorda o seu exemplo e ativismo na inclusão dos jovens pelo desporto, que teve o privilégio de conhecer e acompanhar no terreno.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria Oliveira
    02 dez, 2022 Lisboa 15:58
    Uma extraordinária personalidade, que faz muita falta. DEP.
  • Nelson Lopes
    30 nov, 2022 Samora Correia 12:06
    Um exemplo de Amor ao próximo que deixa um legado de bondade e solidariedade. Terá lugar garantido no Céu entre os esplendores da Luz Perpétua. Sentimentos a todos os que sentem a sua partida.

Destaques V+