Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022

Lisboa

Liceu Camões. Ativistas aceitam regresso à normalidade na terça-feira

Lisboa

Liceu Camões. Ativistas aceitam regresso à normalidade na terça-feira

Tempo
|
A+ / A-

14 nov, 2022 - 11:50 • Lusa

​Estabelecimento de ensino está sem aulas por causa de protesto pelo clima

A+ / A-

Os estudantes que fecharam a cadeado o Liceu Camões, em Lisboa, em protesto contra as alterações climáticas, aceitaram que a escola retome o normal funcionamento na terça-feira, anunciou o diretor, informação entretanto confirmada pelo movimento.

Em declarações aos jornalistas junto àquela Escola Secundária, o diretor do Liceu Camões, João Jaime Pires, adiantou que houve uma reunião hoje de manhã em que ficou decidido que a escola voltará a funcionar normalmente a partir de amanhã e que fica desta forma aberto o compromisso, por parte da direção, para que o tema das alterações climáticas e do combate aos combustíveis fósseis seja debatido em ambiente escolar.

Inês Esteves, uma das porta-vozes da Greve Climática Estudantil, por detrás do protesto integrado no movimento internacional "End Fossil: Occupy!", confirmou que os alunos aceitaram suspender a ocupação da escola a partir de terça-feira e que irão permanecer no liceu até à meia-noite de hoje.

A ativista confirmou que o movimento já foi contactado pelo Ministério da Economia e do Mar e afirmou que os estudantes estão disponíveis para se reunir com o ministro António Costa Silva.

Fonte do ministério tinha dito antes à Lusa que o gabinete do ministro entraria, esta segunda-feira, em contacto com os ativistas climáticos para marcarem uma reunião, após um convite público feito pelos manifestantes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+