A+ / A-

cimeira luso-espanhola

Portugal e Espanha preparam novas ligações ferroviárias

04 nov, 2022 - 20:49 • Isabel Pacheco

Os chefes dos governos português e espanhol comprometem-se em estudar a ligação por comboio entre Aveiro/Salamanca e Faro/Sevilha. O compromisso saiu da cimeira luso espanhola que decorreu, esta sexta-feira, em Viana do castelo

A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, comprometeu-se, esta sexta-feira, em estudar duas novas ligações ferroviárias entre Portugal e Espanha.

Segundo o chefe do governo português, que falava em Viana do Castelo no final da cimeira luso-espanhola, trata-se de projetos, ainda, sem data, mas que “temos de trabalhar e estudar de forma a decidir”.

“Duas dessas ligações são Aveiro-Salamanca e, pela primeira vez, a ligação Faro-Huelva-Sevilha”, apontou António Costa referindo que “não são ligações para amanhã, mas, hoje mesmo, podemos nos comprometer em começar a estudar essas ligações para, numa próxima cimeira, termos decisões robustas”, apontou.

Já quanto à retoma da ligação direta de comboio entre Lisboa-Madrid, suspensa desde a pandemia, o primeiro-ministro não se quis comprometer. Preferiu focar a atenção na ligação Lisboa-Badajoz já preparada para a alta velocidade.

“O maior investimento ferroviário dos últimos 100 anos é o que está em curso e que deverá estar concluído no final de 2023, princípio de 2024”, insistiu o primeiro-ministro referindo se ao corredor ferroviário entre a capital portuguesa e Badajoz que “está pré-preparado para suportar qualquer tipo de ligação de passageiros, inclusive, de alta velocidade”, frisou.

Também o chefe do governo espanhol, Pedro Sanchéz destacou o “compromisso evidente dos dois países em melhorar a ligação ferroviária” e deu o exemplo da ligação em alta velocidade entre Porto e Vigo.

O primeiro- ministro espanhol adiantou que está já a ser feita a avaliação dessa ligação “através de estudos de procura, análise de rentabilidade e modelos de exploração para planificação futura daquele troço da ferrovia".

A discussão sobre as ligações ferroviárias entre os dois países foi um dos temas mais aguardados da 33ª cimeira Luso Espanhola. Um assunto que praticamente ficou de fora da agenda dos encontros entre os ministros dos dois governos que terminaram com a assinatura de 11 memorandos de entendimento, sobretudo, nas áreas da ciência e da cooperação transfronteiriça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+