Tempo
|
A+ / A-

Viseu. Incêndio no Centro Pastoral provoca queimaduras graves em idoso

27 out, 2022 - 14:35 • Lusa

Vítima, que sofreu queimaduras do primeiro e segundo grau em mais de 80% do corpo, encontrava-se no quarto onde deflagrou o incêndio.

A+ / A-

Um homem de 76 anos ficou esta quinta-feira gravemente ferido, com queimaduras em cerca de 85% do corpo, após incêndio num quarto no Centro Pastoral de Viseu, disse à agência Lusa o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

“O incêndio ocorreu num quarto da ala direita do Centro Pastoral de Viseu e provocou dois feridos, um grave e um ligeiro. O grave é um homem de 79 anos e sofreu queimaduras em 80% a 85% do corpo”, especificou a mesma fonte.

O ferido ligeiro, acrescentou, “foi por intoxicação e é um senhor de 90 anos”, ambos residentes no Centro Pastoral que é um lar residente, em especial para pessoas dedicadas à vida religiosa.

O comandante das operações, o adjunto dos Bombeiros Sapadores de Viseu, Rui Poceiro, explicou a agência Lusa que “à chegada ao local, os colaboradores e funcionários do Centro já tinham evacuado o edifício” e “os 74 utentes encontravam-se no exterior” do Centro.

“Recebemos o alerta de que havia duas vítimas que foram retiradas e receberam socorro de imediato e foram devidamente encaminhadas para o Centro Hospitalar Tondela-Viseu e conseguimos confinar o incêndio ao quarto onde começou”, contou.

Rui Poceiro disse ainda que “a vítima grave, com queimaduras do primeiro e segundo grau em mais de 80% do corpo, encontrava-se no quarto onde deflagrou o incêndio, no primeiro andar, enquanto o senhor de 90, que inalou fumos, era do quarto paralelo” ao do incêndio.

“As alas central e esquerda já regressaram à normalidade, pelas 12h20, a ala direita permanece vazia até estarem asseguradas todas as condições de segurança. Também os peritos vão agora tentar perceber a origem do incêndio”, precisou Rui Poceiro.

Segundo o CDOS de Viseu, o alerta foi dado às 11h19 e no local, estiveram 40 operacionais apoiados por 16 veículos dos bombeiros voluntários e sapadores de Viseu, da PSP e Polícia Municipal, da Proteção Civil e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+