Tempo
|
A+ / A-

Gripe. Mais de um milhão de pessoas foram vacinadas desde 7 de setembro

12 out, 2022 - 22:30 • Lusa

Vacinação contra a gripe é recomendável, segundo a DGS, para quem tem idade igual ou acima dos 65 anos, crianças com seis ou mais meses que apresentem patologias crónicas associadas, doentes crónicos, imunodeprimidos e grávidas.

A+ / A-

Mais de um milhão de pessoas já foram vacinadas contra a gripe desde 7 de setembro, revelou esta quarta-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

“Entre 7 de setembro e 12 de outubro, mais de um milhão de utentes receberam a vacina da gripe, dos quais mais de 787 mil receberam as duas vacinas, contra a gripe e contra a Covid-19”, informa a DGS na sua página da Internet.

Segundo a mesma informação, o processo de agendamento da vacinação é escalonado por faixas etárias, tendo começado para os utentes com idade igual ou superior aos 80 anos e, atualmente, está a ser feito para pessoas dos 70 aos 79 anos.

A vacinação contra a gripe é recomendável, segundo a DGS, para quem tem idade igual ou acima dos 65 anos, crianças com seis ou mais meses que apresentem patologias crónicas associadas, doentes crónicos, imunodeprimidos e grávidas.

A vacina contra a Covid-19 dirige-se a pessoas com 60 ou mais anos; grávidas com idade igual ou superior a 18 anos, pessoas com 12 ou mais anos com patologias de risco, estudantes em estágio clínico, bombeiros envolvidos no transporte de doentes e profissionais de Estabelecimentos Prisionais.

Para os residentes ou profissionais lares, da rede de cuidados continuados e para profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados estão indicadas as duas vacinas.

A DGS diz que esta campanha de vacinação outono-inverno tem por objetivo proteger a população mais vulnerável, prevenindo a doença grave, a hospitalização e a morte, prevendo-se que se prolongue até dezembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+