Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

TAP

Marcelo diz que compra de carros de luxo "é um problema de bom senso"

05 out, 2022 - 16:08

O Presidente da República comentou a compra de carros de luxos para administradores e diretores, defendendo contenção em tempos difíceis.

A+ / A-

O Presidente da República apontou esta quarta-feira à companhia aérea portuguesa TAP "um problema de bom-senso", na sequência de notícias sobre a compra de carros de luxos para administradores e diretores, defendendo contenção em tempos difíceis.

"Já falei em relação a várias entidades públicas no passado e em relação à distribuição de dividendos e em relação aos salários e entendo que quando se está num período de dificuldade deve fazer-se um esforço para dar o exemplo de contenção", defendeu Marcelo Rebelo de Sousa.

O chefe de Estado reagiu assim ao ser confrontado com notícias que dão conta de que a TAP encomendou dezenas de carros de luxo para administradores executivos e diretores de topo, uma investigação da CNN Portugal, segundo a qual estas viaturas vão substituir a atual frota automóvel da companhia aérea.

No entender do Presidente da República, é compreensível que as empresas façam despesas, mas defendeu que é preciso "ter algum bom senso" quando o país e o mundo atravessam um "período difícil".

"É um problema de bom senso", rematou, em declarações aos jornalistas, no Palácio de Belém, em Lisboa.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José Bulcão
    05 out, 2022 Almada 19:47
    Qualquer pessoa com alguma vivência em Portugal, sobretudo nos últimos 20 anos, percebe perfeitamente que o raciocínio que conduziu a esta decisão se baseia num conceito de castas socio-económicas: tudo para quem está no topo, para os outros não há dinheiro, a situação da empresa é difícil... Não me parece digno de um país que se diz democrático e republicano.
  • Maria
    05 out, 2022 Palmela 16:11
    Na escola aprendi que foi" pertence ao passado" entao a pandemia ja nao existe"se nao existe porque raio somos obrigados a entrar num lar ou num consultorio medico de mascarados?

Destaques V+