Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Médicos levam papel de casa para passar receitas nos centros de saúde, denuncia sindicato

26 set, 2022 - 21:51 • João Malheiro com Lusa

Sindicato Independente dos Médicos indica que, depois de “repetidos ofícios a alertar para o problema e a exigir soluções”, sente-se obrigado a “tornar público que os responsáveis, durante sete anos a proclamar o seu amor e compromisso com o Serviço Nacional de Saúde, não têm capacidade de resolver este simples problema”.

A+ / A-

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) denuncia falta de consumíveis nos centros de saúde, que já obrigou os médicos de família à “utilização de papel trazido de casa” para receitas e requisição de exames.

“Têm caído em saco roto as queixas dos médicos de família sobre a falta de papel e consumíveis nos centros de saúde, uma situação que ocorre transversalmente em todas as administrações regionais de saúde, mas sobretudo em Lisboa”, diz o SIM em comunicado.

Após “semanas de utilização de papel trazido de casa pelos profissionais de saúde”, a estrutura sindical perspetiva agora a “necessidade de apelar aos doentes para eles mesmos trazerem o papel” para a impressão das suas receitas e dos pedidos de exames.

Contactada pela Renascença, a secretária regional de Lisboa e Vale do Tejo do SIM diz mesmo que há centros de saúde a fazer "um racionamento do papel" e outros que estão mesmo sem o material.

"Os médicos já se organizam para trazerem de casa ou pedem aos doentes para levarem o seu próprio papel para escrever a receita lá", revela.

A representante do SIM lamenta "que não há qualquer solução" e que as várias entidades contactadas pelo sindicato não assumem a responsabilidade.

"É uma mão cheia de nada. Esta falta de condições é um dos motivos pelo que os médicos de família não ficam no SNS", conclui.

[Artigo atualizado às 23h00]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Fernanda
    27 set, 2022 Luxemburgo 18:42
    Já agora alguém me sabe indicar como funciona para se fazer a especialidade em medicina (médico interno) em Portugal quando se é luso descendante e os estudos foram feitos no estrangeiro? Por favor e obrigada
  • lv
    27 set, 2022 Loures 13:42
    Não será antes, este sindicaleiro leva o papel dos hospitais para sua casa para ele limpar o dito?!
  • JM
    27 set, 2022 Seixal 10:28
    Também levam o papel higienico?

Destaques V+