Tempo
|
A+ / A-

​Roubo documentos da NATO. Ministra aguarda investigação “completa e profunda”

14 set, 2022 - 14:42 • Liliana Monteiro

Sobre o curso dos Comandos, que acabou cancelado após seis instruendos terem recebido assistência hospitalar, Helena Carreiras garante que acompanha o caso e aguarda também aqui respostas para, se necessário, tomar medidas.

A+ / A-

A ministra da Defesa, Helena Carreiras, aguarda as conclusões das duas investigações abertas ao alegado acesso por piratas informáticos a documentos trocados entre a NATO e Portugal, que terão sido colocados à venda na dark web.

A governante diz-se disponível para colaborar e espera que o caso seja cabalmente esclarecido.

“A cibersegurança é um tema da maior importância, o caso está a ser averiguado pelo Gabinete Nacional de Segurança, aguardamos que a investigação seja feita de forma completa e profunda”, declarou Helena Carreiras.

A governante lembrou ainda que “há, também, um inquérito aberto pelo Ministério Público e é muito importante que possamos ter depois as conclusões dessas investigações”.

As declarações foram prestadas esta manhã no final de um encontro que juntou os ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa de Portugal e Espanha para refletirem sobre os assuntos de interesse estratégico comum no contexto atual.

Em discussão estiveram os impactos da invasão da Ucrânia pela Rússia, os desafios de segurança na vizinhança Sul da Europa, a interligação entre o Conceito Estratégico da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) aprovado na cimeira de Madrid e a Bússola Estratégica da União Europeia (UE), bem como o Indo-Pacífico.

Questionada sobre o 138.º curso de Comandos, que acabou cancelado após seis instruendos terem recebido assistência hospitalar (um deles foi mesmo sujeito a transplante de fígado), Helena Carreiras garante que acompanha o caso e aguarda também aqui respostas para, se necessário, tomar medidas.

“Continuo a acompanhar a comunicação do exército, houve um processo de averiguação urgente instaurado, houve também uma inspeção técnica extraordinária ao curso, que foi suspenso até se conhecerem os resultados.”

A ministra afirma que “com os resultados do que for aferido poderemos tomar medidas, se forem necessárias”.

Em nota enviada às redações o Exército informa que o militar, internado no Hospital de Curry Cabral, continua a evoluir favoravelmente de forma consolidada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+