Tempo
|
A+ / A-

Vila Real

Detido suspeito de atear dois incêndios em Valpaços

29 ago, 2022 - 12:42 • Lusa

O suspeito foi identificado e detido pela PJ de Vila Real em colaboração com a GNR de Carrazedo de Montenegro.

A+ / A-

Um homem de 40 anos foi detido por suspeita de ter ateado dois fogos florestais, na sexta-feira, no concelho de Valpaços, distrito de Vila Real, divulgou esta segunda-feira a Polícia Judiciária (PJ).

O suspeito foi identificado e detido pela PJ de Vila Real em colaboração com a GNR de Carrazedo de Montenegro e vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, segundo informa a PJ, em comunicado.

O detido é suspeito de ter ateado dois incêndios em área florestal na zona de Valpaços, que ocorreram na sexta-feira, cerca das 13:20, e “consumiram área de mancha florestal, constituída por mato e povoamento de castanheiros”, segundo a fonte.

De acordo com a PJ, “os incêndios colocaram em perigo vastas manchas florestais e agrícolas, constituídas por mato, povoamentos de castanheiro, amendoal e olival, bem como armazéns agrícolas e habitações”.

Os bens ameaçados são descritos como “de valor consideravelmente elevado” e, segundo a Polícia Judiciária, “apenas não foram consumidas devido à rápida deteção e combate pelos bombeiros”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joaquim Correto
    29 ago, 2022 Paços 17:33
    Estes crimes quando é provada a intenção, têm que ser considerados crime muito graves, porque para além do imenso prejuízo que dá, têm matado muitas pessoas!
  • Desabafo Assim
    29 ago, 2022 Porto 14:14
    Avaliar o prejuízo dos armazéns, habitações, olival e amendoal pois no início da notícia era simplesmente mato e castanheiros.

Destaques V+