Tempo
|
A+ / A-

Carro de bombeiros capota. Há três feridos graves

11 ago, 2022 - 18:00 • Redação

Viatura pertencia à corporação de Bombeiros de Loures e estava a reforçar o dispositivo de combate ao incêndio em Celorico da Beira.

A+ / A-

Um carro de bombeiros sofreu um acidente em Celorico da Beira, resultando em cinco feridos. Três deles encontram-se em estado considerado grave.

São dados confirmados, em conferência de imprensa, pelo comandante Miguel Cruz, da Proteção Civil. Inicialmente tinha sido avançada a informação de haver dois feridos graves.

"Os feridos foram todos retirados para as unidades hospitalares da Guarda e de Viseu. Foi numa zona em circulação, não temos detalhes específicos sobre a circunstância mas foi em percurso", explicou o comandante.

Os operacionais seguiam no interior da viatura que capotou durante o combate às chamas. O carro pertence à corporação de Loures.

O incêndio que deflagrou no sábado passado na Covilhã alastrou a vários concelhos, entre os quais Celorico da Beira.

"Os meios estão a operar num cenário de enorme complexidade. Estamos a falar de uma zona como uma orografia muito acidentada, com caminhos estreitos, todo o cuidado é pouco. Todo o empenhamento dos meios tem vindo a ser feito na maior cautela, precisamente por conhecermos estes riscos", afirmou a secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Batista.

Na conferência de imprensa, o segundo comandante nacional da ANEPC relatou que a tarde "foi de muito trabalho" devido, sobretudo, à orografia e ao vento que "provocaram preocupações".
Para as próximas horas e noite, Miguel Cruz disse que se espera "alguma redução da intensidade do vento", sendo expectável que haja "oportunidades para poder vir a controlar" o fogo. "Temos que ser cautelosos", ressalvou.
Segundo o "site" da ANEPC, às 20h15 estavam a combater as chamas 1.579 operacionais, apoiados por 492 viaturas e cinco meios aéreos.

[Atualizado às 20h32]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+