Tempo
|
A+ / A-

PJ investiga "eventual situação de violação" no Festival Sudoeste

05 ago, 2022 - 14:03 • Lusa

A queixa, apresentada junto do posto de comando da guarda instalado no festival de música, reporta-se "a factos ocorridos na zona do acampamento", no recinto do Sudoeste.

A+ / A-

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar "uma eventual situação de violação de uma jovem" no recinto do Festival Sudoeste, que está a decorrer no concelho de Odemira.

A fonte da PJ contactada pela Lusa escusou-se a fornecer mais pormenores sobre esta investigação.

Fonte do Comando-Geral da GNR, igualmente contactada pela Lusa, indicou que, na madrugada de quarta-feira, às 02h30, uma jovem de 17 anos apresentou uma queixa por um crime de abusos sexuais.

A queixa, apresentada junto do posto de comando da guarda instalado no festival de música, reporta-se "a factos ocorridos na zona do acampamento", no recinto do Sudoeste.

"Um grupo de jovens denunciou a situação e pediu ajuda à GNR", que se deslocou ao local e contactou com a presumível vítima, tendo sido acionada "a assistência médica", acrescentou a fonte da guarda.

Segundo a GNR, "foi referenciado um suspeito" e a PJ foi contactada e deslocou-se ao local, por se tratar de um crime da sua competência, estando agora encarregue da investigação.

Também na madrugada de quarta-feira, mas "mais cedo", a GNR teve conhecimento de que "poderia haver outra situação de crime de abusos sexuais" no recinto do festival, mas a alegada vítima "não quis apresentar queixa".

De acordo com uma notícia publicada pelo Jornal de Notícias (JN), há "sete suspeitos de ataque sexual a duas jovens no Sudoeste".

Aludindo ao caso da denúncia da vítima de 17 anos, o JN escreveu que o alegado crime ocorreu "quando a jovem estava sozinha na tenda".

"Militares do Grupo de Intervenção de Ordem Pública intercetaram sete suspeitos, todos maiores de idade", tendo a jovem identificado "um dos suspeitos", segundo o jornal.

A outra situação terá envolvido uma outra jovem, de 18 anos, a qual "não se queixou às autoridades", acrescentou.

Fonte da organização do Sudoeste referiu ao JN que "houve duas queixas de tentativa de violação que chegaram à segurança privada no festival e que foram imediatamente encaminhadas para a equipa médica e para o dispositivo da GNR no terreno".

A vítima de 17 anos "foi assistida no hospital de campanha montado no recinto e depois levada pelo INEM para o hospital para realizar exames médicos que vão servir como provas para o inquérito-crime", pode ler-se.

O festival de música, que regressou na quarta-feira à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar (Odemira), decorre até sábado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+