Tempo
|
A+ / A-

Já pode aceder aos "vouchers" dos manuais escolares gratuitos

02 ago, 2022 - 09:20 • Manuela Pires

O arranque abrange os alunos do primeiro ciclo, 8.º e 11.º anos. Para os restantes anos letivos a emissão de vales começa no dia 9 de agosto.

A+ / A-

O ano passado foram emitidos 6,147 milhões de vales, apenas 11% ficaram por resgatar. Segundo os dados disponibilizados pelo Ministério da Educação, até agora foram reutilizados 2,3 milhões de manuais escolares, o que corresponde a uma percentagem de cerca de 65%, sendo que os do primeiro ciclo não têm de ser devolvidos.

Essa é também a perceção dos diretores das escolas. Em declarações à Renascença, o presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, Filinto Lima, diz que a percentagem de reciclagem tem vindo a aumentar.

“A percentagem de reutilização está a aumentar de ano para ano, fruto também da sensibilização dos professores e diretores que avisam os alunos para a necessidade de preservarem e usarem corretamente os manuais.”

No entanto Filinto Lima acredita que daqui a uns anos este processo irá acabar porque é necessário avançar para os manuais digitais. “Há escolas que dispõem já de manuais digitais. É o caso da minha escola, em que vamos ter duas turmas piloto no próximo ano, uma no quinto ano e outra no sétimo ano, onde os nossos alunos e professores vão usar o manual digital”, revela.

Apesar de não ter dados concretos, o responsável diz que muitas escolas estão já a adotar os manuais e suporte digital. “O futuro passará pelos alunos trazerem para a escola o computador, que lhes foi disponibilizado pelo Ministério da Educação, será também a escola a acompanhar o evoluir da sociedade.”

Vales a partir da plataforma MEGA

Os vales para aquisição de manuais escolares gratuitos começam a ser disponibilizados na plataforma MEGA a partir desta terça-feira, dia 2 de agosto, para os alunos do primeiro ciclo, do 8.º ano e do 11.º ano. Para os alunos dos 5.º, 6.º, 7.º, 9.º, 10.º e 12.º anos, a emissão de vales tem início a 9 de agosto.

Segundo uma nota do Ministério da Educação, “os vales ficam disponíveis à medida que os dados dos alunos são exportados pelas escolas para a plataforma”, lê-se no comunicado enviado às redações. Para beneficiar dos vales, os encarregados de educação têm de registar-se na plataforma.

Filinto Lima diz que ao longo dos anos o processo tem melhorado e não há dificuldades. “Os encarregados de educação recebem o voucher no telemóvel, é muito rápido.”

Apenas os alunos que frequentam o ensino público ou os estabelecimentos do ensino particular com contrato de associação têm direitos aos manuais gratuitos.

O ano letivo de 2022/2023 tem início entre os dias 13 e 16 de setembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+