Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Morte no Parque das Nações. Moedas convoca reunião de emergência para pedir reforço de segurança

25 jul, 2022 - 07:55 • Redação com Lusa

Um homem de 34 anos morreu na madrugada deste domingo, depois de ter sido agredido por outro à saída de um bar/discoteca. Há um detido.

A+ / A-

O presidente da Câmara de Lisboa convocou uma reunião de urgência do conselho municipal de segurança. Carlos Moedas quer analisar a situação de segurança pública na cidade.

Este encontro vai contar com os responsáveis municipais e os comandantes do COMETLIS da PSP e da Polícia Municipal.

O autarca pede a “tomada de medidas que respondam à necessidade de articulação entre todos os intervenientes, no sentido de se alcançar um reforço imediato de efetivos, inclusive com pedido de intervenção da tutela, de modo a assegurar e manter a segurança em espaço público”, refere o comunicado enviado à redação.

Um homem de 34 anos morreu na madrugada deste domingo, após ter sido agredido por outro à saída de um bar/discoteca do Parque das Nações, em Lisboa, disse à agência Lusa fonte oficial da PSP.

A situação ocorreu cerca das 5h30 de domingo, quando os dois homens, ambos de nacionalidade estrangeira, se envolveram num episódio de agressões. Segundo a PSP, a vítima mortal terá caído e, alegadamente, o suspeito continuou a agredi-lo, "com pontapés na cabeça". Foi detido um suspeito.

Esta segunda-feira, o ministro da Administração Interna reúne-se com os Comandos Metropolitanos da PSP de Lisboa e Porto.

No Porto, Rui Moreira já pediu explicações ao ministro José Luís Carneiro. Em causa o caso da esquadra da PSP no Infante que só estava a funcionar a partir das 16h00, situação que o autarca desconhecia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+