Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Onda de calor

Estado de contingência prolongado até domingo

14 jul, 2022 - 08:14 • Rosário Silva , com Redação

"A resposta não são mais meios, mas mais cuidado", sublinha António Costa, alertando para o facto de que a severidade da situação não acabará na próxima semana.

A+ / A-

A situação de contingência em Portugal, decretada na sequência da onda de calor e do risco máximo de incêndio em Portugal, vai “provavelmente” ser prolongada, pelo menos, até ao próximo domingo, 17 de julho.

O anúncio feito esta quinta-feira pelo primeiro-ministro após uma reunião no Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Decretada no passado domingo, dia 10, a situação de contingência estava prevista para vigorar até às 23h59 horas do dia 15 de julho, mas o chefe do Executivo admite um prolongamento, pelo menos, “até às 24 horas do próximo domingo”.

“Vamos prolongar o estado de contingência, provavelmente, até domingo. Vamos acompanhando a evolução das temperaturas. A situação meteorológica indica que a partir de domingo, à noite, vamos começar a ter uma temperatura menos severa.”

António Costa alerta ainda que a descida das temperaturas dos próximos dias não abranda assim tanto, já que se mantêm acima dos 30 graus: “Saímos do estado de contingência mas não podemos deixar de ter o estado de preocupação”

Sobre a falta de meios que têm sido referidas por quem está no terreno, Costa afirmou que “a resposta não é mais meios, é mais cuidado. Com mais cuidado, há menos incêndios. A generalidade dos incêndios surge próximo das localidades, ou seja, próximo de onde estão os seres humanos”, referiu.

Costa garante que os meios estão mobilizados e organizados, cabendo às autoridades que estão no terreno "alocar" os meios adequados à situação em curso.

Os recursos “não são só limitados em Portugal mas à escala europeia”, diz o primeiro-ministro que explica que os dois canadair emprestados por Espanha já tiveram de voltar à origem para combater fogos naquele país. Os dois meios italianos estão operacionais ao abrigo do Mecanismo Europeu de Protecção Civil.

Mas segundo o primeiro-ministro, mais do que falar de meios é preciso falar dos cuidados, “do que é preciso evitar”. E insiste nos avisos para não fazer lume ou usar máquinas. “É por isso que têm sido canceladas atividades, algumas de grande vulto.”

Questionado sobre se será necessário prolongar a contingência além de domingo, Costa avança que isso dependerá “das condições climatéricas”

Para os portugueses, ficou igualmente uma palavra de agradecimento, “pela coragem” na defesa dos seus bens e no apoio que também estão a dar às autoridades.


[notícia atualizada às 9h30]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+