Tempo
|
A+ / A-

Urgências de vários hospitais com constrangimentos. Veja quais

01 jul, 2022 - 08:45 • Redação

Julho começa com constrangimentos em diferentes urgências em vários hospitais do país.

A+ / A-

As últimas semanas têm sido marcadas por constrangimentos nas urgências de vários hospitais do Serviço Nacional de Saúde do país.

A urgência de Ginecologia-Obstetrícia do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, vai estar encerrada entre as 20h00 do dia 1 de julho até às 20h00 do dia 2 de julho, informa um comunicado a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

No Hospital de Braga, os cirurgiões pediátricos deixam de dar apoio à urgência a partir das 20h00. Esta limitação mantém-se por tempo indeterminado.

O atendimento urgente de Ginecologia e Obstetrícia do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, em Aveiro, encerra entre as 20h30 e as 8h30 da manhã seguinte até à próxima terça-feira. Estão incluídas as unidades de Aveiro, Estarreja e Águeda.

"Apesar de todos os esforços desenvolvidos, não foi possível encontrar uma solução para garantir o funcionamento da urgência de Ginecologia/Obstetrícia" naqueles períodos, justifica a administração do CHBV na nota.
A orientação que é dada às grávidas é a de que "devem dirigir-se para outras unidades da região, as quais assegurarão a resposta e o funcionamento em rede".

A partir da próxima semana, o portal do SNS passa a informar quais os serviços encerrados ou com limitações em todo o país.

Esta sexta-feira há greve no sector da saúde. Os trabalhadores exigem a abertura de processos negociais com o Governo.

O protesto não inclui médicos nem enfermeiros, mas poderá haver perturbações no acesso aos serviços.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+