Tempo
|
A+ / A-

Notícia Renascença

Trabalhadores da Transtejo avançam para cinco dias de greve parcial

29 jun, 2022 - 19:06 • Ana Carrilho

Em declarações à Renascença, o sindicalista da Fectrans, Paulo Lopes, anuncia que o pré-aviso será entregue amanhã, para vigorar na semana de 18 a 22 de julho.

A+ / A-

Vêm aí pelo menos mais cinco dias de greve na Transtejo, empresa que garante as ligações fluviais entre Lisboa e a margem sul do Tejo.

Em plenário realizado esta quarta-feira, os trabalhadores mandataram os sindicatos para entregarem um pré-aviso de greve parcial de três horas por turno, durante cinco dias.

Em declarações à Renascença, o sindicalista da Fectrans, Paulo Lopes, anunciou que o pré-aviso será entregue amanhã, para vigorar na semana de 18 a 22 de julho.

Se depois dessa semana de paralisações (de segunda a sexta-feira) não houver resposta da administração da Transtejo que satisfaça as reivindicações dos trabalhadores, os sindicatos avançarão com novo período de cinco dias de greve, que deverão ocorrer já em agosto.

A Transtejo realiza as ligações entre o Cais do Sodré e o Seixal, Montijo e Cacilhas, além da ligação Belém - Porto Brandão - Trafaria.

Entretanto, amanhã serão os trabalhadores da Soflusa, que fazem a ligação fluvial entre o Barreiro e Lisboa, que vão reunir em plenário e decidir se avançam com formas de luta, nomeadamente greves.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+