Tempo
|
A+ / A-

Urgências de Obstetrícia de Loures reabriram às 15 horas

25 jun, 2022 - 17:15 • Lusa

As urgências de Ginecologia e Obstetrícia do Hosptal Beatriz Ângelo estavam encerradas desde as 14 horas de sexta-feira.

A+ / A-

As urgências de Ginecologia e Obstetrícia do Hosptal Beatriz Ângelo, em Loures, encerradas desde as 14:00 de sexta-feira, reabriram hoje às 15:00 e encontram-se a funcionar normalmente, informou a Administração Regional de Saúde.

"A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) informa que a urgência de Ginecologia/Obstetrícia do Hospital Beatriz Ângelo (HBA) reabriu às 15:00 de hoje e encontra-se a funcionar normalmente", lê-se numa nota enviada à Lusa.

A ARSLVT acrescentou ainda que os restantes serviços de ginecologia e obstetrícia da região "estão a funcionar dentro da normalidade".

Aquele serviço do hospital de Loures encerrou às 14:00 de sexta-feira e inicialmente a sua reabertura esteve agendada para as 08:00 de hoje.

Contudo, o serviço permaneceu encerrado durante a manhã e as primeiras indicações da ARSLVT à Lusa apontavam a reabertura para as 08:00 de domingo.

A entidade resslvou, porém, que poderão existir limitações em algumas unidades hospitalares, o que significa que em alguns casos, em "determinado período do dia", poderá ser ativado o desvio coordenado pelos Centros de Orientação de Doentes Urgentes com o Instituto Nacional de Emergência Médica, sendo as grávidas encaminhadas para outras unidades da região.

Nas últimas semanas, vários serviços de urgência destas especialidades e blocos de partos de vários pontos do país tiveram de encerrar por determinados períodos ou funcionaram com limitações, devido à dificuldade dos hospitais em completarem as escalas de serviço de médicos especialistas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+