Tempo
|
A+ / A-

Alentejo

Mais de 200 vinhos na maior edição de sempre do Évora Wine

25 mai, 2022 - 19:24 • Rosário Silva

Evento leva à Praça do Giraldo, entre 26 e 28 de maio, o que de melhor tem o Alentejo.

A+ / A-

Dedicado sobretudo aos vinhos, regressa esta quinta-feira, dia 26, o Évora Wine, um certame que vai para a sétima edição, depois de dois anos sem se realizar por causa da pandemia.

O palco volta a ser a sala de visitas da capital do Alentejo central, a Praça do Giraldo, que este ano vai contar com um recorde de 40 produtores vitivinícolas e mais de 200 vinhos em prova.

De acordo com os promotores, esta “será a maior edição de sempre”, esperando-se que passem pelo evento cerca de sete mil pessoas.

O Évora Wine, que aconteceu pela primeira vez em 2014, pretende “dar a conhecer o melhor do Alentejo, desde o vinho ao turismo, passando pela cultura e gastronomia”, indicam os parceiros, Turismo do Alentejo, Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), Confraria dos Enófilos do Alentejo e Câmara Municipal de Évora.

O evento, com entrada livre, abre esta quinta-feira com a iniciativa “Andanças do vinho e do petisco”, com passagem por alguns restaurantes e prova de vinhos da região, harmonizados com petiscos.

Um jantar denominado “Celebrar o Alentejo”, no qual vão ser atribuídos pelo Évora Wine, prémios a personalidades que se destacaram nos setores do vinho, turismo e cultura alentejana, encerra o primeiro dia.

No dia 27, há uma palestra sobre sustentabilidade do setor, com o presidente da CVRA, Francisco Mateus, seguindo-se a sessão oficial de apresentação do filme biográfico sobre o engenheiro Francisco Colaço do Rosário, intitulado “Terroir – o Alentejo, as suas castas e o homem que pensou os vinhos”.

Provas de vinhos e petiscos alentejanos, atuações musicais e dois ‘showcooking’, são, entre outras, iniciativas previstas para estes três dias de Évora Wine.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+