Tempo
|
A+ / A-

Cientistas portugueses inventam plástico biodegradável "com todas as vantagens" no panorama ambiental

24 mai, 2022 - 18:52 • Pedro Mesquita com Redação

Um investigador da Universidade de Coimbra explica que o material pode proteger alimentos e medicamentos.

A+ / A-
Luís Alves em declarações ao jornalista Pedro Mesquita
Luís Alves em declarações ao jornalista Pedro Mesquita

Uma equipa de cientistas portuguesas desenvolveu um material sustentável, ainda sem nome definido, que se trata de uma espécie de plástico biodegradável, "com todas as vantagens" no panorama ambiental, sobre o material original.

A equipa da Universidade de Coimbra desenvolveu o novo produto nos últimos três anos.

À Renascença, o professor Luis Alves - o investigador principal da equipa coordenada por José Gamelas - explica que o material pode ter "aplicações onde se costuma utilizar algum tipo de plástico".

"Tem barreiras a gases, como oxigénio, extremamente boas para proteger alimentos e medicamentos", afirma.

Luis Alves indica que o produto é desenvolvido a partir de nano celulose combinada com um mineral fibroso.

"O material não só é biodegradável, como também é obtido de uma fonte natural, o que faz com que não tenha uma pegada ambiental significativa. Não precisamos de processos químicos", realça o investigador.

O professor da Universidade de Coimbra acredita que "há interessados" no produto, mas é necessário dar um passo no sentido da industrialização e de patentear partes do processo - não o fazendo para a globalidade do material.

"Acredito que se conseguirmos atrair o interesse de uma indústria, quer seja ela portuguesa ou estrangeira, poderíamos ter isto no mercado em poucos anos", conclui.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+