Tempo
|
A+ / A-

Pandemia

Covid-19. Portugal torna-se líder mundial em mortalidade

23 mai, 2022 - 14:32 • Diogo Camilo

DGS registou três dias consecutivos com mais de 30 vítimas mortais da pandemia entre a última sexta-feira e domingo. Na última semana foram registadas 219 mortes por Covid-19 em Portugal, o número mais alto em três meses.

A+ / A-

Depois da incidência, a mortalidade. Portugal registou três dias consecutivos com mais de 30 mortes por Covid-19 entre a última sexta-feira e domingo e é agora o líder mundial em mortes da pandemia por milhão de habitantes.


Segundo os números da DGS, foram registadas 31 vítimas mortais na sexta-feira, 34 no sábado e 36 no domingo, subindo a mortalidade para 22,2 óbitos por milhão de habitantes em sete dias, segundo o portal Our World in Data, ultrapassando a Finlândia, que regista 22 mortes por milhão de habitantes.

Na última semana foram registadas 219 vítimas mortais da Covid-19 em Portugal, o número mais alto em três meses, precisamente desde 23 de fevereiro.

A DGS indica ainda que foram confirmados 56 mil novos casos nos últimos três dias, fazendo subir o total de casos desde o início da pandemia para mais de 4,5 milhões.

Portugal continua a ser o líder mundial de incidência, registando 1.862 casos por 100 mil habitantes nos últimos sete dias, acima dos 1.346 infetados por 100 mil habitantes da Austrália.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria Oliveira
    23 mai, 2022 Lisboa 22:28
    A irresponsabilidade das autoridades de Saúde e do Governo, ao não determinar a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços fechados, está a conduzir ao aumento de infecções e de mortes. Não pode esperar-se pelo sentido de responsabilidade da população que, na maioria, não existe. Há negligência grosseira por parte do Governo. O fim do boletim diário também é negativo porque a população não toma consciência do estado em que nos encontramos.
  • José J C Cruz Pinto
    23 mai, 2022 ÍLHAVO 18:23
    Sempre os melhores do mundo!
  • Bruno
    23 mai, 2022 Aqui 17:36
    O Presidente Marcelo disse que os portugueses são os melhores do mundo. Aqui está mais uma prova...
  • Albano Cruz
    23 mai, 2022 Lisboa 14:31
    Somos od maiores......

Destaques V+